UNIVERSOS DE DENTRO, por Carol Rahal (2018 - atual)

Universos de Dentro é uma série fotográfica, iniciada em 2018, que transporta a paisagem urbana para um campo mais onírico, transgredindo o real para flertar com o ficcional, trazendo uma leitura poética sobre a arquitetura nas cidades, estabelecendo um diálogo entre o universo subjetivo da imagem e o universo objetivo do cotidiano.

 

Como o processo das construções arquitetônicas, a escolha de se utilizar a linguagem da fotomontagem é a de erguer construções metafóricas a partir de fragmentos fotográficos, onde os personagens dialogam com estes espaços, que existem na realidade, mas que estão descolados de sua função cotidiana de moradia para uma função ficcional cinematográfica, inspirada na estética do filme "Janela Indiscreta", de Alfred Hitchcock, que convida o espectador a observar os acontecimentos dentro de cada janela, que trazem em si pequenas narrativas.

 

É uma pesquisa fotográfica estimulada pela minha realidade cotidiana, moradora de um prédio em São Paulo. Com o crescimento vertical das cidades em grandes metrópoles a paisagem urbana é insistentemente o "Outro" através das janelas, por meio de prédios construídos muito próximos. A partir deste estreitamento imposto pelas curtas distâncias entre as construções e a perda de um horizonte amplo, estabelece-se uma outra qualidade de relacionamento com este "Outro Desconhecido", que passa a não ser mais tão desconhecido a partir do momento que sua rotina é descortinada e sua janela transforma-se numa grande vitrine viva de acontecimentos ordinários do dia a dia.

 

Com a pandemia, esta pesquisa fotográfica ampliou sua perspectiva: a visão dos edifícios de fora para dentro, agora também é vista de dentro para fora, a partir de autorretratos e a inter-relação entre corpo e espaço.

 

A partir destas relações, criei imagens simbólicas que trazem à luz questões relacionadas ao universo interno destes sujeitos urbanos.